SAMU MÉDIO PARAÍBA

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) é componente fundamental da Política Nacional de Atenção às Urgências do Ministério da Saúde. Seu objetivo é fazer uma ambulância chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência que possa levar a sofrimento, sequelas ou mesmo à morte.

O SAMU 192 é um serviço gratuito que funciona 24 horas e realiza os atendimentos em qualquer lugar (residências, locais de trabalho, vias públicas). Conta com equipes que reúnem médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores socorristas. É acessado através no número telefônico 192 e conta com uma Central de Regulação das Urgências (CRU). Suas ambulâncias são distribuídas estrategicamente para reduzir o tempo-resposta entre os chamados da população e o encaminhamento aos serviços hospitalares.

O Viva Rio assumiu a gestão do SAMU Médio Paraíba em outubro de 2017. Constituído pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Paraíba, o SAMU atende aos 12 municípios do Sul do Estado do Rio de Janeiro que integram o Consórcio: Barra do Piraí, Barra Mansa, Itatiaia, Pinheiral, Piraí, Porto Real, Quatis, Resende, Rio Claro, Rio das Flores, Valença e Volta Redonda.

Somados, esses 12 municípios concentram uma população de quase 900 mil habitantes, com destaque para Volta Redonda (262 mil), Barra Mansa (179 mil) e Resende (124 mil), que representam 65% da população das cidades do Consórcio.

Em 2020, o SAMU Médio Paraíba fez 118,6 mil atendimentos, uma média de 330 por dia. O serviço conta com 22 ambulâncias, sendo 14 unidades de suporte básico (USB), 7 de suporte avançado (USA) e 1 veículo de intervenção rápida (VIR). Os profissionais que trabalham no SAMU Médio Paraíba somam 229 pessoas, incluindo médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, condutores de veículo de emergência e telefonistas auxiliares da Central de Regulação de Urgência (CRU).

229 pessoas, incluindo médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, condutores de veículo de emergência e telefonistas auxiliares da Central de Regulação de Urgência (CRU).