socioambiental

A área Socioambiental atua, prioritariamente, junto às populações que vivem em regiões de vulnerabilidade social e ambiental, como favelas e regiões adjacentes às Unidades de Conservação (UC), em todo o estado do Rio de Janeiro.

O trabalho parte do conceito de Saúde Única (que torna indissociável a união entre Saúde Animal, Humana e Ambiental), das metas para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas (ONU) e das questões referentes às mudanças climáticas.

Os projetos da área Socioambiental são realizados em parceria com órgãos públicos e privados, tais como: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas), Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Petrobras, Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj) e as concessionárias de energia elétrica Enel e Ampla.

O objetivo principal do Viva Rio na Área Socioambiental é mitigar os impactos negativos gerados pelo convívio entre homem e natureza. Isso é feito através do estímulo a iniciativas inovadoras e sustentáveis, à conservação da biodiversidade e à promoção da inclusão socioambiental e da participação social, a partir da geração de trabalho e renda local.

O Viva Rio tem assento no Conselho do Parque Estadual dos Três Picos, maior parque do estado do Rio de Janeiro.