Centros de Atenção Psicossocial (2010-2020)

Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) são unidades de referência para o tratamento de pessoas com transtornos mentais ou que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas. Os espaços contavam com equipes multidisciplinares e funcionavam com portas abertas, base territorial e caráter comunitário. As equipes atendiam pacientes com consultas, visitas às cenas de uso, terapias individuais e acolhimento.

O Viva Rio administrou, em parceria com a Prefeitura do Rio, unidades na Rocinha, no Alemão e em Guadalupe, Madureira, Bonsucesso e Botafogo.

Os CAPS ofereciam tratamento em regime intensivo, semi-intensivo e não-intensivo para pessoas cujos problemas de saúde mental causavam sofrimento ou as impediam de estabelecer laços sociais e planejar um projeto de vida.